terça-feira, 30 de março de 2010

the first step

to cansada, cansada dessa vida, por isso que eu quero embora daqui.
eu que me considerava uma otima amiga, agora eu tou vendo que nem boa amiga eu sou. só sou com quem eu quero, isso é fato. e as que eu geralmente não quero, são as que mais precisam (?). como eu pude vacilar tanto com certas pessoas? como eu consigo me focar tanto nos meus problemas com certas pessoas e esqueço do problema de outras pessoas comigo? será que eu preciso realmente sair daqui e deixar meus problemas de lado?
acho que oq eu mais queor é ir embora daqui, pra esperar a poeira abaixar. mas só vai melhorar esse lado, o outro lado da moeda nao vai, vou ter saudades da minha mae, do meu pai.. até da minha irma. me mostro tão corajosa, querendo ir embora daqui, mas na verdade não tenho coragem, acho que não tenho, acho que eu sou só falar, sempre sou assim. nunca tenho uma opnião formada mesmo, acho que vai ser sempre assim.
viu? nem sei escrever direito, mas pelo menos eu desabafei um pouco. talvez vcs nao vao entender e talvez voces nunca vao ler isso, mas o meu proposito é escrever só pra mim, desabafar seria a resposta certa, quando eu acordar pra ver as coisas que eu tou fazendo eu vou sempre postar aqui, por isso o "thats what you get for waking up?", as consequencias das coisas, porque tudo tem uma consequencia.
vcs vao ver posts alegres, engraçados, galudos (porque a final, eu sou assim), tristes, dramaticos, estranhos, (porque eu tb sou assim rs). enfim, nem eu tou entendo mais oq eu tou falando. espero que vcs gostem, esse blog vai ser sincero, vou tentar fazer disso um escape q. e de novo, nao escrevo bem :)

3 comentários:

  1. nossa.. gostei da forma que você escreve!

    mas se vale de conforto..

    todos nós passamos por problemas, alguns são maiores do que os outros, e por pior que ele seja, tem o lado bom e nos faz aprender e com toda a certeza nos ajuda a ter um auto- conhecimento maior!

    parabens!!

    ResponderExcluir
  2. Composição: Meg Stock

    Não, não dê mais tantas voltas não
    Se chicoteia assim por qualquer perdão
    Todo esse teatro não impressiona
    Por maior que seja sua recompensa

    Não se importe tanto assim
    Com sua imagem decadente enfim
    Nada adianta depois se lamentar
    Por maior que seja sua displicência

    Volta ou vai embora meu amor
    Sem ameaças ensaiadas na frente do espelho
    O caminho mais fácil
    Nem sempre é melhor que o da dor

    Dê uma chance pra vida te mostrar
    Um jeito menos doloroso de se despedir
    Não seja assim tão dura com as palavras
    Lave bem as suas mãos antes de se decidir
    Tira essa lama das botas
    Antes de me dar as costas

    Não, não dê tantas voltas não
    Se chicoteia assim por qualquer perdão
    Todo esse teatro não impressiona
    Por maior que seja sua recompensa

    acho que combina com que voce disse!bjoss!

    by:http://cantinadoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir