quinta-feira, 1 de abril de 2010

Qual é a graça?

geralmente quando eu escrevo aqui, é quando eu tou inspirada, mas eu não tou nenhum pingo, mas eu sinto que eu preciso só me soltar um pouco pra poder perceber realmente oque ta me deixando triste agora, porque eu tenho certeza que eu tou triste, só não consigo achar o motivo (ou eu sei, mas eu não quero adimitir). Porque as pessoas mudam tanto? elas deveriam pelo menos "avisar", nao sei porque doi tanto. Mas enfim.
Vocês sabem como é uma pessoa duvidar dos seus sentimentos? tanto amiga quando namorado(a) ou sei la. Você não tem culpa se você demostra o seus sentimentos de forma diferente ou estranha, e muitas vezes você é chamada de estranha, do contra e afins.. mas oque as pessoas não percebem é que, na minha opnião, o meu jeito insensivel de ser é o melhor. Pra que ficar falando tanto um "eu te amo"? qual é a graça afinal? qual é a graça de você ficar se declarando tanto pras pessoas? quando realmente me "declaro" pras pessoas, é porque eu tou sentindo uma coisa especial, uma coisa que eu não sinto sempre. Ta bom, tem aquela historia de que tem que falar eu te amo pras pessoas pq pode ser a ultima vez q pode ve-la e blablablá. Mas realmente, me digam, qual é a graça de to-dos os dias receber um "eu te amo" ? você vai enjoar, ou melhor, criar implicancias com a pessoa. O melhor de um relacionamento, na minha opnião, é aquela coisa de conquistar, de não ter logo as pessoas na mão porque se não pra que lutar por ela? tem que conquistar e ser conquistaada todos os dias. É aquela velha historia: diga que me ama e eu vou enjoar de você. Acho que o silencio demonstra mais, oque você prefere? ficar triste e uma amiga chegar dizendo que ama você e tal, ou ficar triste e simplismente uma pessoa vier e te abraçar e não falar mais nada? acho que eu posso tá sendo meio radical com esse meu post, mas é o que eu iria preferir, enfim, oque vocês acham?

2 comentários:

  1. Namoro a 1 ano e 4 meses, morávamos em cidades diferentes, e sempre quando eu ia para visitar ele, ele sempre me dava aquele abraço, aquele carinhos e bla bla bla, pensava que também tratava da mesma forma, até que fomos morar junto, e ele me disse que eu não era tão ''romântica'', no começo fiquei assustada, mais percebi que era esse o meu jeito, não tinha como mudar, o difícil era ele se acostumar, ae seria uma prova de amor dele para mim, e isso aconteceu, mais aos poucos eu consigo melhora isso, mais não rola falar te amo toda hora, isso enjooa, lindo blog for, parabéns

    ResponderExcluir